09 maio 2010

Do novo álbum de Clutchy Hopkins "O Contador de Histórias" da Ubiquity Records. VÍdeo de Christian Borstlap



Os meus dedos

Os meus dedos percorrem teu corpo
Ávidamente...sofregamente...demoradamente...
a melodia aflora teus lábios carnudos e doces
num mordiscar de arrepios intensos
as narinas dilatam-se no contínuo abrir dos teus poros
como um animal selvagem almiscarado
Percorro mais uma vez tua nudez
e só ouço num misto de prazer intenso...
a música da tua pele
meu amor

                                                                                                afonso rocha

6 comentários:

Lídia Borges disse...

Falas de amor como um artista da sua arte.
O escultor que inventa nas mãos a forma, o pintor que lhe dá cor e o músico, a suavidade do som na pele.

Muito sensual!

Laís Bratfisch disse...

como se fosse música

Memória de Elefante disse...

"a música da tua pele"...nessa imagem debruço-me em teu poema.
Nos teus versos refletes a imagem de uma violenta ternura e vida.

Envolvente e sensual, muito bonito!

Um abraço

Felina Mulher disse...

Amei a sensualidade das tuas palavras...dedilhar as curvas da amada...adoreiii!!


Um cheiro.

afonso rocha disse...

Lídia, Laís, Angela, Felina !!!!
Vocês, sim...
são um poema cheio de sensualidade...
Obrigado
Mil beijos para todas...

aurora disse...

Só duma simbiose perfeita como esta de sensualidade e ternura pode surgir o verdadeiro prazer, feito música , para os sentidos de quem se entrega !
Perfeito... Lindo como tudo que tu , Afonso como artista,sempre idealizas!
Rendo-me , mais uma vez à Beleza que tu próprio crias!
Com carinho da aurora