09 outubro 2010

CHAMAS GÉMEAS - afonso rocha



Eu Sou a Rosa de Sarom, o lírio dos vales.

Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha Amada entre as outras raparigas.
Eu sou a tua Amada!

Vem minha Amada!
                                              Cântico do Rei Salomão 2: 1,2


ALMAS GÉMEAS

Beijo
teus cabelos
Perco-me
                       na
Planície
do desejo


Meu sexo
                       no
Teu sexo


Melodia
tocada
sentida
                       na pele
Húmida
de gritos
                       de
Prazer


Cheiro
almiscarado


União
                       de
Fluidos


Paixão


Jazz
sincopado
                       do teu
Corpo
Bailado
Terno


Orgasmo
                       no
Olhar


E lá ao fundo...
o swing frenético da cidade...

                                                                          afonso rocha

2 comentários:

Anónimo disse...

O poema é lindo...sensual...profundo...
É um sentir bem pertinho do ser amado...
É o fechar dos olhos no amanhecer e ouvir uma linda canção...

Mari disse...

Uau!
Lindo isso.